domingo, 29 de agosto de 2010

Para o bem da nação, eu estou aprendendo a me controlar...

quarta-feira, 25 de agosto de 2010


"Exija sua felicidade dessa vez. Viva do jeito que quer viver."

Receita de uma boa vida:
Um sábado a noite a disposição
Uma pitada de coragem
1/3 de maluquice
10 amigos loucos
Par de sandálias bem confortáveis
Sky ao ponto


Juro que essa é a fase mais perfeita da minha vida. Parece que tudo se encaixa e que nenhuma peça sobra ou falta. Pode até faltar em alguns momentos um amor, mas logo isso é substituido. Se eu pudesse, eu congelaria essas semanas (menos as partes das provas, é claro).
Ai, meus 17 anos...

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Não espere ouvir o que você não quer, não espere a vida dar merda para colocar a culpa na vida


Nunca acreditei muito em profecias. Mas, com todas essas coisas de queimadas loucas, neves nas áreas tropicais, chuvas, vulcões reativando e coisas que assustam e só dão mais vontade de ficar debaixo do edredom sentindo o carinho da sua mãe, apenas pra sentir uma proteção.
É, pode parecer idiota, mas eu tenho medo de 2012, e acima de tudo, medo de morrer. Eu nunca afirmei isso pra ninguém, mas é... eu tenho medo. Acima de tudo² é ter medo de não fazer as coisas que eu luto pra conquistar. Tenho medo de não ter tempo pra fazer tudo que eu quero. E desejo. E sinto vontade, mas não faço por medo.
Então, depois de uma forte iniciativa, uma pitada de coragem consegui me desvirtuar desse medo. Coloquei um casaco, retoquei a maquiagem, segurei na mão da minha melhor amiga e fui. Fui pra rua, dane-se. Cada segundo foi eterno.
Sempre acostumei a dizer que aproveito o momento como se fosse único, mas eu provei que eu estava errada. Eu realmente esqueci o que era o significado da palavra Segundo. E foi maravilhoso. Talvez eu tenha achado uma perfeita desculpa esfarrapada para acabar com meus medos e sair pra conhecer tudo.
Há males que vem para o bem, não é o que dizem? Mesmo que seja o fim de mundo.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

"Há duas épocas na vida, infância e velhice, em que a felicidade está numa caixa de bombons."

Carlos Drummond de Andrade. (Mestre)

sábado, 7 de agosto de 2010

Que mundo! Poderia ser maravilhoso se não fossem as pessoas




Se os deuses me dessem um super poder eu agradeceria se eles me dessem um poder para explodir pessoas patéticas. Elas são um grupo de indivíduos não evoluidos dignos de pena. Tudo bem, eu posso até não ser a mais madura no assunto, mas eu ODEIO pessoas que se acham no direito de nos julgar... Cometemos erros, nos arrependemos (ou não) mas são nossos erros, sabe?
O pior de tudo é quando somos julgados por coisas que não fazemos. Mas eu estou auto imune a tudo isso. Por mim, pode dizer o que quiser, minha consciência está tranquilíssima. Mas, como eu queria ter esse poder...

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Ela roubava livros, ele roubava as estrelas.


Acredito que agora, tudo está numa maré de boa sorte. Bem, não tão boa assim. Lógico que eu sinto uma falta doida de ter alguém por perto, às vezes ser auto suficiente doí. E doí muito, é muito peso pra carregar sozinha, dá vontade de largar tu-do e correr. Mas, isso está me ensinando a ser forte (e COMO está ensinando).
Preferi me reservar pra alguém que realmente valha a pena. Sei que isso soa muito menininha de 12 anos, romântica e que vê desenhos da Disney. Mas não importa. Tudo pra não ter um gostinho de decepção denovo...
Não posso dizer que tive todas as experiências do mundo, porém, as que eu tive já deu pra sentir o que é sofrer só por gostar de alguém. Posso dizer que eu ainda tenho fé, esperança, o que for que você chame, pra achar alguém legal. Por Deus! Tem que haver alguém legal. Juro que não sou muito exigente (Tudo bem, menti).
Acho que essa pessoa tá vindo de jegue, com a pata machucada ainda por cima, mas uma hora... Ele vem.